Resenha: Irmandade da Adaga Negra #8 - Amante Meu

sábado, 6 de abril de 2013

| | | 1 comentários


Sinopse: Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. Enquanto eles defendem a raça dos redutores, a lealdade de um vampiro especial será posta a prova - e sua perigosa natureza será revelada... John Matthew já percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, mas de natureza vampira desconhecida. Recolhido pela Irmandade, ninguém poderia adivinhar qual é sua verdadeira história ou sua real identidade. A bela Xhex lutou contra a atração que sentia por John, mas o destino provou aos dois que o amor é inevitáve


"Destino era como a passagem do tempo, no entanto, imutável e implacável, e desinteressado na opinião pessoal daqueles que respiravam." 


Xhex e John! Oh! Oh! Oh! (totalmente pirando!) A vampiro durona que acha que não precisa ser salva, e o vampiro com um passado e um destino completamente difíceis de compreender, até para ele mesmo.
Depois de ser raptada pelo eterno inimigo de John, Xhex se vê presa em uma prisão para sua própria alma, não apenas para o seu corpo físico. Ela sempre foi uma lutadora, ela sempre se defendeu sozinha, nunca precisou que ninguém corresse atrás para defender a honra da menina/mulher indefesa. Ela faz isso por si mesma, e é a força dela que atrai tanto a John. Ela cresceu em um lar que não era seu e abriu seu caminho através do mundo vampiro para um lugar onde ela deveria estar supostamente segura. Quando Rhev - seu melhor amigo - é levado para a colônia sympath ela é levada por Lash durante a tentativa de resgate. Lash, o filho do Ômega, inimigo mortal da Virgem Escriba e da raça vampiro. 
Desde que foi resgatado por Tohr e Wellsie e começou a se preparar para ser um guerreiro - treinando com a IAN - John odeia Lash. E não é apenas pelo garoto ser debochado e infernizar a vida de todos. Ele descobre um segredo do passado de John que deveria ser eternamente enterrado e esquecido. Quando Lash desaparece todos ficam agradecidos, mas também um pouco preocupados pelo tipo de problemas que ele poderia causar. E quando ele leva Xhex, o ímã de John, ele se volta enlouquecido para resgatar a mulher que ama. 
Fiquei totalmente presa na estória, não conseguia parar de ler e tentar entender a complexidade desses personagens. Tentar me colocar no lugar deles para entender quais seriam as minhas reações ao tipo de inferno que eles passaram e estão passado. Acho que a força que eles possuem supera o inferno pelo qual eles atravessam. Personagens mais fortes que a própria vida, eles me fizeram avaliar o mundo, o amor, a família e o companheirismo que é tão intenso entre eles. Eles se completam - e não apenas pela atração física - mais também pelo entendimento que um tem do sofrimento do outro. Aquele lugar escuro e sombrio onde o sofrimento transforma qualquer inocente em um lutador.

Por: Cinthia Nattali

Resenha: Irmandade da Adaga Negra #07 - Amante Vingado

| | | 0 comentários


Sinopse: Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. Enquanto eles defendem a raça dos redutores, a lealdade de um vampiro especial será posta a prova - e sua perigosa natureza será revelada... Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, pois guarda um letal segredo que poderia fazer dele uma arma na guerra contra os redutores. E enquanto as conspirações dentro e fora da Irmandade ameaçam revelar a verdade sobre o ele, Rehv se aproximará da única luz que clareia seu mundo de escuridão e jogos de poder, Ehlena, uma vampira que nunca conheceu a corrupção e traição... é a única que pode salvá-lo da destruição eterna.



"Qualquer um que tenha um coração pulsando merece ser salvo" 


"Sem tempo, fica só o abismal e nebuloso pântano da eternidade"

Salvação. É a palavra perfeita para descrever toda a história desse livro. Os personagens se completam de uma maneira em que um salva o outro da escuridão que recai sobre suas vidas, sobre a sua vontade de lutar e continuar vivendo. 
Rehvenge é o vampiro excluído do modelo de cidadão perfeito criado pela sociedade. Além de ser um traficante de drogas, cafetão e dono de clubes noturnos ele também é meio simpathy, o que pode levá-lo a morte se a glymera descobrir a respeito de seu lado mau. Apesar disso tudo, ele busca proteger sua mãe e sua irmã de qualquer coisa ruim que aconteça a elas por estarem relacionadas a ele. Com doses e doses de dopamina no sangue ele consegue aos poucos ir controlando o seu lado mau e prefere não pensar sobre os meios ruins que usa para manter sua sanidade. Mas, quando ele conhece Ehlena descobre que apenas o despertar do vampiro nele vai conseguir fazer com que seu lado ruim seja verdadeiramente controlado. Ela entra na sua vida para salvá-lo, e ele acredita piamente que não merece o que ela tem a lhe oferecer. 
Ehlena é uma das vítimas do egoísmo extremo de certos membros da glymera. Sua própria família trai o seu pai - que enlouquece ao ponto de adquirir esquizofrenia - ela precisa cuidar dele, trabalhar como nenhuma moça decente da glymera trabalharia e proteger a mente do seu pai da verdadeira descoberta de que sua família não é uma das que mais importam no mundo dos vampiros de Caddie. Quando se depara com o macho intenso e irônico que é Rehv ela se vê cativada e completamente atraída para esse homem de aparência milionária, completamente diferente dela, e mortal - apesar de andar apoiado numa bengala. No começo ela tenta lutar contra seus sentimentos, mas a preocupação por Rhev faz com que ela traia os seus princípios no trabalho para cuidar da saúde dele, e logo depois ele se compromete a cuidar dela. 
Uma ameaça a vida de Wrath os coloca em situação extrema, eles são obrigados a tomarem decisões críticas para proteger os seus. Rhev, sem descobrir, acaba beneficiando Ehlena de volta a uma vida de privilégios e riqueza, e ela, quando descobre sobre o seu lado simpathy não se detém para buscar e vingar o homem que ama, mesmo que no final ele não queira ser salvo. Indo contra sua vontade, ela enfrenta - junto com a IAN - um inferno para trazê-lo de volta e no final, eles conseguem muito mais amor e segurança do que teriam imaginado em toda sua vida!


Por: Cinthia Nattali